Tom de Voz da Marca é cultura… Que o Qualitor te ajuda a construir

Qualitor entrega às empresas de todos os segmentos uma plataforma para atender melhor, capaz de se adaptar às diversas culturas de atendimento e de processos de negócio, possibilitando às marcas desenvolverem e praticarem estratégias eficazes de relacionamento com seus públicos.

Um reforço que conta muito em atributos fundamentais no mercado atual, como a multicanalidade. Diretamente ligada à disponibilidade, trata-se da capacidade e da cultura das empresas em estarem disponíveis para seus públicos no momento e na interface em que desejarem.

Quando se fala em cultura, se fala em equipe e gestão, em pessoas que são preparadas e engajadas para abraçar o tom de voz da marca e, com base nele, entregar o que a empresa se propõe.

Dentro da cultura da disponibilidade no atender, que estabelece conexões com público interno e clientes, o Qualitor ajuda com recursos necessários para que essas estratégias sejam traduzidas em ações e, principalmente, em resultados. Auxiliamos no ganho de escalabilidade que o atendimento precisa para aumentar volumetria sem perder a qualidade e a identidade de cada empresa, que fazem dela única.

Outro item que não pode ficar de fora nesta análise é a melhoria constante. Marcas atentas a uma boa jornada do cliente estão focadas em ouvir, entender e entregar o que seus públicos requerem, acompanhado mudanças, demandas, solicitações e reclamações, para resultar em evolução dos processosserviços e atendimento

Em tudo isso, o Qualitor pode ajudar. Nossa plataforma é pensada para dar às empresas uma visão de serviços, processos e atendimento que favoreça estratégias alinhadas a suas culturas e relacionamentos duradouros com seus públicos, impactando no ganho de relevância das marcas.

Para saber mais, chame e entenda como podemos ajudar seu negócio.

Sabia que a cultura de atendimento é baseada em práticas que coloquem o cliente no centro da estratégia de negócio? Partindo desse princípio, consultorias como PwC e Gartner destacam que as marcas precisam estar atentas a ações orientadas à satisfação do consumidor, o que poderá resultar em sua fidelização.

O impacto pode também ser interno, trazendo maior atração e retenção de talentos, e aí está uma via de duas mãos: quanto mais a empresa é capaz de encantar e alinhar seus colaboradores à sua cultura, mais estes atuarão de forma a entregar isso aos clientes, criando um círculo virtuoso para todos.

No melhor estilo Tostines: vende mais porque é fresquinho, ou é fresquinho porque vende mais? Neste caso, atrai e fideliza mais clientes porque tem uma cultura forte e equipe engajada, ou tem estes quesitos internos porque performa bem junto aos consumidores? Sem dúvida, um dilema bom de resolver. 

Dia 07 de julho foi Dia do Chocolate. Uma delícia de data, que para ficar ainda melhor, só combinando com algo igualmente apaixonante. Por isso, trazemos algumas dicas de harmonização entre chocolate e vinho.

Para degustar um chocolate ao leite, que é mais doce e mais cremoso, vá de vinhos com maior doçura. Estilo Ruby e Porto Tawny são ótimas pedidas.

Já com chocolate meio amargo, o ideal são vinhos tintos com taninos macios, principalmente os jovens e feitos a partir de uvas Pinot Noir, Tempranillo e Merlot.

Para o chocolate amargo, com concentrações de cacau acima de 70%, vinhos menos doces também são indicados, mas aqui com taninos mais presentes, como Zinfandel, Amarone, Grenache, Malbec. Mas se você é da turma do Cabernet Sauvignon, pode apostar no clássico sem erro

Para quem pensa que o chocolate é só para a sobremesa, está enganado. A Qualitor News reuniu dicas de como utilizar a iguaria no prato principal.

Que tal um risoto de chocolate com morango? Use arroz arbóreo ou parboilizado, 30g de chocolate em pó (70% amargo) e 100g de morango. Frite o arroz em azeite de oliva, cozinhe e, quando estiver al dente, acrescente o cacau. Por fim, adicione o morango em pequenos pedaços, sem permitir que cozinhe demais.

Outra receita é de Mole Poblano, um frango preparado com molho de chocolate amargo e pimenta. Use peito de frango em escalopes, uma cebola média picada, alho picado, pimentão, e refogue. Depois, acrescente amendoim, pimenta dedo de moça e salgue a gosto. Por fim, adicione 200g de cacau 70% amargo. O molho fica encorpado e delicioso!

DICA DE FILME – EIFFEL

Depois de assinar, em colaboração com Auguste Bartholdi, a Estátua da Liberdade, o engenheiro civil Gustave Eiffel entra em uma busca incessante por inspiração. Afinal, a pressão após o sucesso da obra era enorme, pesando sobre sua produção para expor na Exposição Universitária de Paris de 1889.
Neste ponto da história, seu caminho cruza com o de Adrienne, sua antiga paixão que traz impactos à história.

Share This
×