trabalho remoto

Trabalho remoto e o novo metabolismo

O trabalho remoto tornou-se muito mais comum hoje, graças ao período de confinamento ligado ao coronavírus. Mas existem alguns desafios associados, como a falta de controle da gestão e comunicação. Para superá-los, é preciso de técnicas como scrum e kanban.

Quando o trabalho remoto é feito sem boas práticas, a empresa e seus funcionários podem ser prejudicados. O número de erros cresce, a insatisfação diária também e isso certamente reflete na qualidade das entregas. Portanto, é preciso investir com eficácia no assunto.

Nos tópicos seguintes, explicamos quais as principais dificuldades com o trabalho remoto, quais soluções podem ser adotadas e como a tecnologia faz a diferença. Continue lendo.

Quais as principais dificuldades com o trabalho remoto?

Entenda o trabalho remoto como toda atividade que acontece pela internet e fora da empresa. Você pode trabalhar remotamente em casa ou em um coworking, até mesmo de outro país. Nos últimos dias, esse modelo de trabalho foi ligeiramente intensificado.

Entretanto, as empresas (e talentos) não tiveram tempo suficiente para se adaptarem. Isso resultou em uma série de desafios adicionais, como a falta de estrutura ou conhecimento sobre ferramentas digitais. Adiante, esclarecemos alguns dos principais desafios. Veja!

Falta de ferramentas apropriadas

A falta de ferramentas é um primeiro desafio do trabalho remoto. Dentro da empresa, você conta com impressoras, scanners e computadores de ponta. Em casa, não. Na proporção em que os taletos deixam de contar com essas ferramentas, o trabalho remoto é prejudicado.

É importante destacar que isso também engloba ferramentas digitais. Se os profissionais não contam, por exemplo, com acesso ao software de atendimento ao cliente, o trabalho remoto torna-se inviável. Logo, deve-se ter atenção às ferramentas (físicas ou digitais) disponíveis.

Comunicação interpessoal

A comunicação é um elemento essencial ao sucesso das empresas. Se os líderes, liderados ou colegas de trabalho não se comunicam bem, o trabalho diário é afetado. O mesmo ocorre se o empreendimento não tem uma comunicação eficaz com seus clientes e público-alvo.

O principal problema ligado à falta de comunicação é o desalinhamento. Os profissionais não seguem a mesma direção e nem mesmo conseguem propor soluções precisas aos seus clientes. Isso gera uma série de complicações subsequentes, como erros e conflitos.

Redução da produtividade

A produtividade refere-se ao nível de entrega dos profissionais ao longo de um certo período. Na medida em que o trabalho remoto é implementado com pouco planejamento, o nível de produtividade dos profissionais pode cair vertiginosamente, o que é péssimo.

Essa queda da produtividade está ligada aos dois outros problemas já citados, que são: falta de comunicação e ferramentas (físicas e digitais) para o trabalho. Todavia, também reflete o pouco treinamento dos líderes e liderados para manter os processos remotos funcionais.

Como solucionar os principais problemas do trabalho remoto?

Felizmente, para quase todo problema existe uma solução. É papel do gestor mapear os problemas-chave e depois encontrar alternativas para solucioná-los, sem que isso afete a saúde financeira e operacional do negócio. Para isso, adiante, oferecemos algumas dicas.

Aplique técnicas como scrum e kanban

Há uma grande quantidade de ferramentas que facilitam o fluxo de trabalho. Elas podem tornar os processos remotos mais fluidos, além de otimizar o alinhamento das equipes.

O scrum é um bom exemplo. É um método de trabalho que fragmenta os projetos em pequenos pacotes, que devem ser entregues em determinado período. Assim, torna-se mais fácil estabelecer metas, monitorar os resultados e acompanhar a equipe.

Outro bom exemplo é o kanban. Trata-se de uma ferramenta que permite o monitoramento do fluxo de trabalho, classificando-o em tarefas a fazer, em andamento e feitas, respectivamente.

Adote plataformas que facilitem a comunicação

Outro ponto importante é adotar plataformas que facilitem a comunicação interna (entre os profissionais, seus líderes e colegas de trabalho) e externa (sobretudo com os clientes da empresa). Assim, será possível manter o alinhamento necessário.

Para escolher uma boa plataforma, lembre-se de analisar três coisas: avaliar a credibilidade do fornecedor, verificar como as funcionalidades das plataformas atendem as demandas do seu trabalho remoto e calcular o custo-benefício de adotar a ferramenta.

Lembre-se que o trabalho remoto é o futuro

O trabalho remoto tornou-se emergencial por conta do coronavírus, mas é importante ressaltar que essa também é uma das formas de trabalho mais proeminentes para o futuro. Ela ajuda a reduzir custos da empresa e flexibilizar o expediente para os empregados.

Portanto, invista no assunto como uma estratégia para o futuro, que pode ser sustentada após o período do coronavírus. Isso significa apostar em ferramentas de ponta, processos bem planejados e criar uma cultura digital, que valorize e reconheça esse tipo de trabalho.

Crie políticas funcionais para o trabalho remoto

O trabalho remoto pode ser um desafio, sobretudo nos primeiros dias. Os talentos não sabem exatamente como manter a sua rotina de trabalho, cumprir as demandas da empresa e garantir que os padrões de qualidade sejam mantidos.

Para mudar isso, é preciso criar boas políticas. Deixe claro o que não pode ser feito e por qual razão. Aproveite para reunir-se com os profissionais e tirar dúvidas que persistem. Na medida em que boas políticas são adotadas, o trabalho remoto torna-se mais eficiente.

Qual é o papel dos líderes no trabalho remoto?

Líderes não são exceção, muitos terão que se adaptar ao trabalho remoto e continuar entregando bons resultados. Entretanto, eles são os responsáveis por seus liderados e pelos resultados da sua equipe. Em vista disso, devem ter atenção dobrada.

Veja, algumas atitudes importantes para uma liderança de equipe:

  • conscientizar o time sobre a importância do trabalho remoto;
  • verificar se os seus liderados contam com as ferramentas ideias para o trabalho;
  • treinar o time no uso de ferramentas específicas;
  • zelar pelo cumprimento de prazos, padrões de qualidade e metas;
  • oferecer feedbacks consistentes aos talentos que atuam remotamente;
  • estimular a melhoria contínua nas atividades remotas do seu time.

Veja, agora você está por dentro do assunto. Lembre-se que o trabalho remoto não é apenas uma medida emergencial para enfrentar o coronavírus, é um modelo proeminente para o futuro do trabalho. Exatamente por isso é importante buscar por estratégias e ferramentas capazes de solucionar os seus principais desafios. O scrum e kanban são boas ideias.

E então, gostou do nosso artigo? Aproveite para continuar aprendendo conosco. Siga nossas redes sociais e fique sempre por dentro das novidades — estamos no Facebook e LinkedIn.

 

Share This