Conhecimento

Saiba como os chatbots podem contribuir para o crescimento do pib

Escrito por Qualitor

Os chatbots já são conhecidos por representarem uma solução que simplifica a comunicação das empresas com seus clientes. Aqueles que querem prestar um atendimento 24 horas, por exemplo, se beneficiam bastante dessa ferramenta, uma vez que o programa é capaz de responder as mensagens de maneira automática. Por incrível que pareça, a utilização deles influencia até no crescimento do PIB (Produto Interno Bruto).

Podemos afirmar que esse tipo de estratégia tem um potencial enorme. É exatamente sobre isso que falaremos neste artigo! Continue a leitura para compreender como os chatbots para negócios inovam e facilitam a gestão, e mais — como contribuem para o crescimento do PIB!

Tendência dos chatbots e como eles impactam o PIB

Antes de entender de que maneira o uso de uma tecnologia tem efeito sob um índice econômico da relevância do PIB, vamos entender sua definição e a tendência dos chatbots.

Conceito de PIB

O PIB serve para mensurar a atividade econômica de um país. Quando comparamos o PIB atual com o dos anos anteriores, sabemos se a economia da nação cresceu ou regrediu.

Os investidores e as empresas estudam o PIB antes de contratar ou demitir, de ampliar ou retrair suas operações e até mesmo antes de investir. Isso porque o que entra no cálculo do PIB se resume a:

  • valor de todos os produtos que são vendidos para o cliente final, desde uma caixa de palitos que custa centavos até um avião fabricado no país que custa milhões de reais;
  • soma de todos os serviços, de um chaveiro até a consultoria de uma grande instituição financeira;
  • todos os investimentos feitos pelas empresas para produzir mais — e aqui entra o uso dos chatbots;
  • soma de todo o gasto do governo quando presta serviços para a população.

Não entra no cálculo do PIB tudo o que a indústria compra de matéria-prima para a produção daquilo que será vendido ao cliente final. Por exemplo, entra no PIB o valor final do veículo que você comprou, mas não conta o valor das peças que a indústria automobilística adquiriu para montar o carro.

Da mesma forma, quando você revende seu automóvel usado, o valor não entra no cálculo do PIB, porque ele já foi contabilizado quando saiu da fábrica. Isso evita a contagem duplicada.

Por isso, se a economia do país está em queda, a produção é um fator determinante para influenciar no crescimento do PIB.

Outra maneira de ajudar em sua recuperação, relacionada ao nível de investimentos, é a melhoria tecnológica, que, combinada aos fatores de produção, permite o aumento da eficiência da utilização do montante de recursos.

Tendência dos chatbots

No tempo em que especulávamos acerca do futuro, sobre como seria a interação com robôs, o simples fato de ter uma conversa com um modelo de inteligência artificial já nos parecia assustador.

Então, o futuro chegou e nem percebemos: Google Assistent, Siri, Alexa e Cortana são bons exemplos de robôs que interagem por meio de conversas com o usuário ao fazerem pesquisas e solucionarem seus problemas do dia a dia.

Nesse cenário, os bots não apenas informam a previsão do tempo ou contam piadas, eles vão muito além disso, principalmente para a sua empresa. Pelo próprio Messenger — o chat do Facebook —, se você trocar poucas palavras com um robô, consegue pedir uma pizza ou até mesmo chamar um Uber.

Portanto, a tendência do #chatbotparatodos chegou com o objetivo de otimizar o processo que envolve tanto a compra do cliente quanto a venda nas organizações.

Dessa forma, o usuário obtém a resposta para o que precisa de maneira imediata, sem a necessidade de esperar um funcionário da empresa responder, com diferentes níveis de programação da ferramenta.

Ganhos das empresas com o uso dos chatbots

O bot agiliza a etapa inicial da compra, ao qualificar seu cliente e o suprir com grande parte das informações necessárias para finalizar o negócio.

Assim sendo, com um robô respondendo todas as perguntas mais simples e corriqueiras da sua atividade, 24 horas por dia, você tem a oportunidade de direcionar seus esforços e aumentar as vendas, graças à economia de tempo proporcionada pelos chatbots.

Além disso, com a crescente evolução dessa ferramenta em diversas áreas, as empresas terão outras vantagens consideráveis, sendo elas:

Economia

Imagine que uma organização esteja em um momento de crescimento como resultado dos esforços de marketing e vendas.

Assim, com a entrada de novos clientes, a equipe de atendimento e suporte da marca precisarão ser aumentadas para atender à essa demanda, certo? Errado. O empreendimento em questão não tem que ampliar o time para atender melhor, deve apenas repensar o processo.

Isso envolve compreender que com um chatbot de atendimento corretamente configurado é possível reter de 10% a 40% dos atendimentos pela internet.

Assim, a quantidade de contatos via chat e via telefone pode ser reduzida se o chatbot tirar dúvidas frequentes, consultar dados em sistemas internos e, ainda mais, dar retorno aos clientes!

Agilidade

A troca de mensagens instantâneas se tornou o tipo de comunicação preferida do momento, e a estratégia de atendimento ao cliente deve acompanhar essa preferência do público.

Para o usuário, isso quer dizer que ele não precisa mais instalar um aplicativo com o intuito de ter acesso ao chat de uma marca, pois os chatbots já são pensados e desenvolvidos para aplicativos de mensagens rápidas.

Produtividade

A solução oferecida pela utilização dos chatbots ajuda o líder das equipes internas de uma organização a designar tarefas específicas e seus devidos prazos a cada funcionário. Ele consegue inserir ou atualizar todas essas informações rapidamente por meio do software de gestão da empresa.

Como uma das formas de aumentar a produtividade dos colaboradores, o chatbot funciona como um assistente digital, porque, entre outras aplicabilidades, gerencia o tempo entre as atividades mensais, semanais ou diárias.

Consequências do uso de chatbots para o crescimento do PIB

Diante de tudo o que foi citado neste conteúdo, podemos fazer um paralelo entre o uso de chatbots e o crescimento do PIB, certo? Vejamos como!

Aumento do consumo privado

O primeiro ponto que altera diretamente a variação do PIB se refere ao consumo privado, ou seja, aos gastos das famílias com a aquisição de serviços ou bens. Portanto, quanto maior for esse consumo, mais o PIB tende a crescer.

Assim sendo, diante de todos os conceitos e benefícios que aqui foram explicados, fica fácil perceber como os chatbots contribuem para o crescimento do PIB, uma vez que os empreendimentos que optam por sua utilização experimentam um constante aumento das vendas.

Mais lucro para as empresas

Se você tem uma atividade escalável que traz lucro, pense que, quando a sua marca tende a crescer, é muito importante contar com processos que sejam replicáveis e que atendam da mesma maneira toda a sua base de consumidores, pouco importando se ela tiver 10, 100, 1000 ou 10 mil clientes.

Assim, a implantação de um chatbot para prestar os primeiros atendimentos garante eficiência e agilidade ao processo, porque ele repete os mesmos conjuntos de ações — definidos pela gestão da empresa — para todos os usuários, e isso se traduz em mais lucro.

Aumento de investimentos

Como dissemos, um fator que tem forte influência sobre a variação do PIB são os investimentos privados. Aqui, vale ressaltar que a definição utilizada para investimentos é a de expansão do capital.

Dessa forma, um ponto que afeta muito o nível de aplicação de recursos são as projeções para a expansão da atividade econômica. Então, uma empresa tende a investir mais, se as perspectivas para a economia do país forem positivas.

Por fim, com todos esses exemplos, está claro que a utilização dos chatbots por parte das empresas contribui de uma maneira poderosa para o crescimento do PIB. Isso porque eles agilizam os processos, aumentam a produtividade, fazem as vendas crescerem e, por sua vez, maximizam os lucros da indústria de uma maneira geral.

Se você gostou deste artigo que mostrou como os chatbots podem contribuir para o crescimento do PIB, faça parte do movimento #chatbotparatodos e assine agora mesmo a nossa Newsletter para receber conteúdos valiosos em primeira mão!

Sobre o autor

Qualitor

Share This