Qual o tom de voz da sua marca?

Se sua marca ainda não tem um tom de voz definido, ou se você não sabe o que é isso, você está perdendo competitividade neste exato momento.

tom de voz da marca é a personalidade que ela assume em seus meios de comunicação com o mercado, sejam eles site, e-mail, redes sociais, publicidade, entre outros. E isso vai bem além do discurso de venda: até mesmo no rótulo do seu produto, ou na descrição dos seus serviços, é um item fundamental.

Para construir seu tom de voz, é preciso definir como você quer ser visto. E isso não se restringe a quesitos como preço, prazo, qualidade de oferta etc. Isso é o básico. A personalidade corporativa precisa trazer os princípios da empresa, e, principalmente, estes precisam ser seguidos, para que a prática e o discurso estejam alinhados.

tom de voz define um jeito único da marca, algo que é só seu e que a identifica de cara. E precisa ser aplicado desde o slogan até suas expressões nos meios digitais, para transmitir credibilidade, gerar identificação e alcançar os resultados que sua empresa almeja.

Pense conosco: quando você conhece uma pessoa, é atraído ou repelido por sua personalidade, certo? Com as marcas, acontece o mesmo. Por isso é tão importante caprichar no tom de voz, e isso passa, é claro, pelo atendimento.

Afinal, é ali na comunicação com o cliente, seja por qual meio for, que sua marca conversa, trata diretamente com quem mais interessa. Desta forma, amparar o atendimento em processos bem definidos e organizados, treinar as equipes nestes processos e conduzi-las para que deem voz ao tom da marca é fundamental.

Além disso, contar com a tecnologia para dar respaldo à propagação do tom de voz também é imprescindível. Toda empresa precisa se comunicar, se relacionar e atender bem se quiser se manter no páreo do mercado a cada dia mais acirrado. E vamos combinar: atender sem a ajuda de um boa plataforma, que auxilie na padronização e automatização de processos, é um trabalho digno de Hércules nos dias de hoje.

A tecnologia está aí para ajudar, e não tem por que sua marca não lançar mão deste recurso para se comunicar, atender e se relacionar melhor com seus públicos, tanto interno, quanto externo. Se você quer entender um pouco mais sobre isso, temos artigos ótimos aqui.

E ainda sobre o tom de voz, tenha em mente que, sem ele, sua empresa não tem personalidade. Não sabe se é formal ou descolada, se é super acessível ou mais restrita, que termos usa para cumprimentar e se despedir, quais expressões usa sempre ou nunca, que valores são praticados por suas equipes, enfim: não sabe quem é. E se você comparar isso com uma pessoa, certamente não vai querer se relacionar com alguém tão confuso e perdido, certo?

Pense nisso. Defina, treine, e ponha em prática o tom de voz da sua marca. Seus negócios agradecem.

Sabia que o tom de voz de uma marca, sobre o qual tratamos no texto principal desta news, tem uma boa repercussão no atendimento das empresas, e que isso pode ser crucial para ganhar ou perder vendas?

É o que aponta uma pesquisa nacional segundo a qual 43% dos consumidores do país entendem que o atendimento tem ficado em segundo plano nas companhias com que se relacionam, o que é muito ruim, já que 71% deles afirmam terem aumentado muito suas expectativas sobre serem bem atendidos de 2020 para cá e 99% deles garantem que abandonarão um negócio onde forem mal atendidos e irão para um que os atenda bem, ainda que este outro custe mais.

Você sabe o que são alimentos funcionais? São aqueles que, além de propriedades nutritivas, também entregam benéficos à saúde. Entre eles, estão a soja, rica em ômega 3 que ajuda a evitar os efeitos do envelhecimento das células,     peixes marinhos, como sardinha, salmão, atum e anchova, que têm ação antiinflamatória e ajudam no desenvolvimento do cérebro e da retina em crianças.

Outras opções são óleos de linhaça, nozes e amêndoas, que ajudam a evitar câncer, reduzem o colesterol e estimulam o sistema imunológico, além de chá verde, cerejas, amoras, framboesas, mirtilo, uva roxa, vinho tinto, que têm propriedades antioxidantes e protegem contra a degeneração macular.

A circulação sanguínea é importantíssima para o bom funcionamento de todos os órgãos, sistemas e tecidos do corpo humano. Para melhorar este sistema vital, aí vão algumas dicas.

Mantenha uma alimentação equilibrada, com bastante frutas, verduras, legumes e fibras. Pratique atividades físicas regularmente, enfatizando exercícios que trabalhem os músculos da panturrilha. Evite ficar na mesma posição por muito tempo e mande para bem longe hábitos como beber em excesso ou fumar.

TALENT, STRATEGY, RISK: Como Investidores E Conselhos Estão Redefinindo o TSR

Administrar uma empresa para unicamente obter lucro de curto prazo para os acionistas não é aceitável. É o que afirmam Bill McNabbRam Charan e Dennis Carey nesta obra, que trabalha a respeito de companhias públicas e privadas, destacando que mudanças vividas no mercado ao longo dos anos marcaram os formatos de gestão de investimentos, de conselhos corporativos e de equipes de gerenciamento de alto nível.

Os autores enfatizam que os conselhos devem se concentrar em um tipo diferente de TSR, com foco no talento, estratégia e risco como guias de decisões e ações para construir e incentivar equipes, ajudar líderes a terem uma visão mais ampla, atualizar a composição dos conselhos e criar diversidade para enfrentar os novos desafios.

Se você gostou de saber mais sobre o assunto e quer ficar por dentro de outros conteúdos como este, siga-nos nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e no YouTube!

Share This
×