Perdendo tempo com ações que não geram valor ao negócio? Vire essa chave!

Se há um desafio que podemos apontar como um dos maiores entre os executivos no mundo impactado pela pandemia é a gestão do tempo, encontrando espaço para produzir em atividades que realmente agreguem valor ao negócio em meio às múltiplas, e às vezes até mesmo simultâneas, agendas que o trabalho distribuído amparado pela tecnologia criou.

Uma pesquisa da consultoria BTA Associados sobre mudanças nas rotinas profissionais no pós-pandemia mostra que 66% dos líderes brasileiros destacam o uso excessivo de tecnologia como um verdadeiro ralo por onde o tempo escorre e se perde em e-mails, mensagens de Whatsapp e Telegram, reuniões online e outras interações em ferramentas como Microsoft Teams, Zoom, Google Meet e Slack.

O estudo, realizado entre maio e junho deste ano junto a 200 executivos de alto cargo em empresas diversas, indica que, para 61% deles, a maior parte do dia de trabalho é desperdiçada em ações que não geram valor ao negócio. Uma alta indesejável, já que antes da pandemia este índice era de 38%.

Na opinião de Betânia Tanure de Barros, psicóloga, especialista em comportamento organizacional e sócia na BTA, a dificuldade maior ainda está na gestão à distância. Segundo ela, enquanto os chefes apontam o gerenciamento de tempo como desafio número um dos dias atuais, seguido pela tarefa de gerir pessoas, a gestão do negócio fica na quarta posição.

A especialista define a “burocracia online” como uma ladra não só do tempo, mas também da saúde dos executivos e equipes, já que muitos trabalham de 12 horas a mais do que isso, inclusive em finais de semana, e muito disso é causado pela falta de objetividade nas comunicações.

Mas se a tecnologia é a questão principal nos gargalos de gestão de tempo e de pessoas, ela também pode ser a resposta, como acontece no caso do Qualitor, que entrega recursos para distribuição e controle de chamados no atendimento aos públicos interno e externo, bem como gestão de carga de trabalho e relacionamento multicanal, incluindo interfaces como Microsoft TeamsWhatsapp e Telegram.

Desde a versão 8.20, o Qualitor trouxe aprimoramentos para a gestão do trabalho distribuído. Com a plataforma, é possível gerir as demandas das equipes de atendimento de acordo com quesitos como distribuição de chamados e tarefas, controle de backlog, gerenciamento de entregas, andamento de tarefas, ações de etapas de processos e chamados por pessoa ou por equipe.

Na Análise de Carga, os recursos do Qualitor facilitam a definição de prioridades e a organização de filas de atendimento, evitando sobrecargas ou perda de tempo.

Nossa plataforma também permite fazer análise de esforço realizado X planejado, acessar recursos como pesquisa com alertas em cores baseadas em condições pré-definidas, gráficos de tendências e indicadores operacionais e estratégicos, tudo para facilitar a gestão de pessoas e de tempo à distância.

Em um mundo pós-pandêmico em que 68% das empresas projetam manter o trabalho híbrido, perder tempo não pode se tornar algo comum. Gerenciar bem as equipes, o tempo e os resultados, sim. Para isso, pode contar com o Qualitor.

Leia a pesquisa aqui.

Sabia que definir o tom de voz da sua marca é o primeiro passo para criar e fixar sua persona no mercado? Pois é, é isso que vai representar seu cliente e, principalmente, a maneira como você interage com ele.

Para tanto, é importante levar em conta aspectos como perfil do cliente, perfil da sua empresa, canais de contato, conteúdos compartilhados, entendimento e atendimento de demandas, e formas pelas quais você responde a tudo isso.

Definir o tom de voz da sua marca pode ser um divisor de águas para garantir sua competitividade ou a perda dela. Pense nisso.

No inverno, as ervas e especiarias são grandes aliadas. Por exemplo, a cebolinha é um tempero rico em vitamina C, que com ação expectorante, que ajuda nas funções dos pulmões e seios nasais.
 
Já a cúrcuma ajuda a aquecer o corpo, além de ser anti-inflamatória e hepatoprotetora. O gengibre, por sua vez, ajuda a aquecer o corpo e é um bom expectorante, se tornando aliado no tratamento de gripes e resfriados.

No frio do inverno, é normal que, para dormir, nos encolhamos ao máximo. Mas isso não é bom para  a saúde, afinal, pode trazer dores musculares, tensão, stress e mais. Vamos ver como evitar isso tudo.

Uma ótima dica é investir em cobertores de lã, flanela e microfibra, que aquecem muito e ajudam a ter a sensação de aconchego. Além disso, vale fazer alongamento antes de dormir, que ajudará a elevar a temperatura do corpo. 

A respiração também é ótima aliada. Ao ir deitar, respire fundo e levante os braços em direção ao teto, esticando o corpo nessa direção o máximo possível. Depois, coloque os ombros para trás e leve o cóccix em direção ao chão e, ao expirar, abaixe os braços de forma que fiquem ao lado do corpo. Depois, deite-se confortavelmente e respire de forma a relaxar mente e corpo.

Seu sono será reparador!

Em casa com Gil

Um dos ícones da MPB, Gilberto Gil, faz 80 anos. Mas essa história vai muito além dele, passando pela família e pelo contexto de tudo o que o público pode ver contado de uma forma inédita em Em Casa com Os Gil, série do Prime Video que retrata os laços, desavenças e segredos da família como nunca vistos antes.

Share This
×