Nossa news tem excelência em saúde

Nosso Qualitor News de hoje traz um dos protagonistas da década na área de saúde. Fernando TorellyCEO do HCor, que traz na bagagem uma carreira construída nas maiores empresas do setor no país, como Central Nacional Unimed, Hospital Sírio-Libanês, Hospital Moinhos de Vento e Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), é um dos entusiastas da Transformação Digital no segmento, e lidera projetos que, de fato, inovaram e seguem inovando os locais por onde passa.

Em um webinar que realizamos há cerca de um ano, alguns meses após o início da pandemia, Torelly declarou que aquele era um momento de mudança, e que “o modelo de organização mudou e o antigo não volta mais”.

Não volta mesmo, e seguirá cada vez mais mudado, inovado e inovando. É sobre isso, sobre os novos caminhos que a saúde deverá seguir em 2022, que trata o artigo a seguir – um conteúdo imperdível. Aproveite!

A Saúde a partir de 2022 – Alguns novos caminhos
 
O Brasil é um país continental com mais de 211 milhões de habitantes. Durante a Copa do Mundo de 1970, cantávamos “90 milhões em ação, pra frente Brasil, salve a seleção”, no ano de 2005 chegamos a 180 milhões de brasileiros. Em 35 anos nós dobramos a população.
 
O segmento da saúde representa 9,3% do PIB, temos mais de 6.400 hospitais, que somam 447.804 leitos. Atualmente estamos próximos a 48 milhões de brasileiros com planos de saúde e 163 milhões dependem exclusivamente do SUS (Sistema Único de Saúde).  Em 1964 a expectativa de vida no Brasil era de 56 anos e hoje chagamos próximos a 75 anos.
 
Sim, nossa geração protagonizou uma REVOLUÇÃO SANITÁRIA!
 
Em 2020 a COVID-19 chegou e passamos por momentos difíceis, a sociedade foi impactada como nunca havíamos imaginado.
 
Foi difícil, ainda tem sido, mas diante disso nossa geração tem o dever de qualificar e reorganizar o nosso sistema de saúde.
 
Segue alguns caminhos que entendo irão impactar a vida de pessoas, empresas e sociedade:
 
  • O autocuidado e um estilo de vida mais saúde vai transformar a indústria da saúde e nossos hábitos; 

 

  • Integração das informações de saúde dos pacientes em uma plataforma única e disponível; muitos pacientes chegam em um pronto socorro sem informações sobre seu histórico de saúde, atendimentos e exames anteriores; 

 

  • Uso da tecnologia de informação para a implementar a medicina preditiva e personalizada; poderemos rastrear doenças, aumentar as chances de cura e evitar desfechos graves 

 

  • A eficiência na gestão é tema central para a sobrevivência das organizações de saúde; a indústria da saúde viverá uma revolução operacional e de eficiência, busca por ganho de escala e ampliação do poder de negociação; 

 

  • Temos que revolucionar os ambientes de trabalho. Cuidar de nossas pessoas para queestas estejam engajadas e felizes para cuidar com qualidade dos clientes (bournout também é uma pandemia).

 

  • Temos que reduzir a desigualdade no acesso ao sistema de saúde de qualidade. O Sistema de Saúde pública, após a pandemia, terá que dar conta da demanda de pacientes não tratados neste período (filas de cirurgias eletivas, exames e consultas com especialistas).
Enfim temos muito trabalho e muitos desafios, nossa geração enfrentou a maior pandemia dos últimos 100 anos. Temos obrigação de deixar um legado. Empatia, Tecnologia e Eficiência.
 
 

Que a saúde é um dos setores que mais investe em TI?

Se a saúde foi um dos setores mais importantes na travessia da sociedade ante a pandemia da Covid-19, sendo também uma das áreas mais impactadas pela necessidade de reinvenção, a tecnologia foi um grande aliado nisso tudo.

Tanto que, segundo o relatório International Data Corporation, os investimentos deste segmento em TI devem alcançar cerca de R$ 10 bilhões até 2022.

Dentre as áreas que deverão receber os aportes, têm destaque o segmento de software de gestão, atendimento, inteligência artificial e cloud computing.

 
 
O que você, gestor de produto, designer de produtos ou engenheiro, precisa saber sobre gestão de projetos de sucesso está neste livro. Nossa dica de hoje soma lições aprendidas ao longo de décadas pelos autores, que são parceiros do Silicon Valley Product Group, e revelam nesta obra as melhores práticas de empresas líderes em inovação, abordando como liderar equipes e projetos, fazendo do diferencial de produto um diferencial fundamental de mercado.

Dica imperdível para quem busca emergir no oceano vermelho e se destacar frente à concorrência.

 
  • Facebook
  • Twitter
  • Google+
  • LinkedIn
 
O novo Qualitor Mobile, que carinhosamente chamamos de QM2, é nosso lançamento para empresas distribuídas do novo cenário global, em que equipes e gestores precisam estar e atuar de onde precisarem, com facilidade e eficiência.

No QM2, tudo isso é elevado à máxima potência no que tange à gestão de atendimento, serviços e processos de negócio. E para falar sobre isso, nosso gerente de Sucesso do ClienteChristian Oliveira, gravou este vídeo que você não pode perder.

“O QM2 traz uma interface nova, mais recursos móveis para o usuário, principalmente para os aprovadores. Também tem uma funcionalidade de integração com QR Code que é um dos maiores destaques desta versão, permitindo abrir chamados e realizar gestão de inventário via mobile, com muita eficácia e facilidade”, explica Christian.

Confira o vídeo na íntegra

 
Um, dois, três… Afinal, quantos litros de água por dia é necessário beber?

A resposta depende de alguns fatores, como o peso da pessoa e sua rotina diária.

Para calcular a quantidade de água ideal para você, multiplique seu peso por 0,035. Por exemplo: uma pessoa que pese 60 kg fará: 60 x 0,035 = 2,1. Ou seja, a pessoa tem de tomar 2,1 litros de água por dia.

Claro que isso varia de acordo com o organismo, com o local onde a pessoa vive (mais seco, mais úmido) e com sua rotina, se se movimenta muito, se faz mais ou menos exercícios, mas este é um cálculo fácil que pode ser um bom norte para iniciar.

Que tal fazer a continha agora mesmo e começar a se hidratar como seu corpo pede?

 
 
Share This
×