métodos ageis

Métodos ágeis: entenda como influenciam nos modelos de trabalho

Os métodos ágeis vêm sendo adotados por promover, entre outras coisas, velocidade, adaptabilidade e qualidade do produto entregue ao cliente. Como consequência, o seu uso impacta a obtenção de diferenciais competitivos, tornando a empresa cada vez mais alinhada à transformação digital.

Você já ouviu falar em métodos ágeis, mas ainda não domina por completo esse conceito? Continue a leitura deste post para conhecer os principais deles e os seus benefícios, bem como a importância dos métodos ágeis e como implementá-los na empresa!

O que são métodos ágeis?

Embora sejam bastante empregados no desenvolvimento de software, os métodos ágeis podem ser aplicados em diversas outras áreas, como atendimento e marketing. Eles consistem em práticas que têm por finalidade agregar um maior valor ao produto ou serviço prestado ao cliente.

Trata-se também de uma metodologia que contrasta bastante com a abordagem tradicional, uma vez que os projetos ágeis não são lineares, e são adotados em situações em que a equipe tem pouco conhecimento sobre a tecnologia usada na concepção de um produto ou serviço.

Entre as suas principais características, oriundas de um documento chamado Manifesto Ágil, podemos citar:

  • software funcionando é mais importante que documentação abrangente;
  • responder a mudanças é mais importante que seguir um plano;
  • indivíduos e interações são mais importantes que processos e ferramentas;
  • colaboração com o cliente é mais importante que negociação e contratos.

Quais são os principais métodos ágeis?

Os métodos ágeis listados a seguir trouxeram inúmeros ganhos para as empresas. Além disso, auxiliam na melhor organização, no cumprimento de prazos e na redução de insumos na criação de um produto, considerando o contexto industrial.

Scrum

É bastante provável que o Scrum seja a metodologia ágil mais conhecida e usada no meio empresarial. Para ocorrer, é necessário ter três componentes: Product Owner (PO), Scrum Master e Dev Team (time de desenvolvimento).

O primeiro é responsável por se reunir com os clientes, de modo a levantar os requisitos e regras de negócio. Após isso, ele junta todas as informações e constrói o chamado Product Backlog, uma espécie de repositório que servirá de base para as etapas seguintes de desenvolvimento do produto.

O Scrum Master tem o papel de ser o elo entre o Product Owner e a equipe de desenvolvimento. Sua função é organizar as atividades e motivar os colaboradores para que o trabalho seja feito da melhor forma possível.

O Dev Team conta com profissionais que realizam o trabalho propriamente dito, que é dividido em ciclos chamados sprints. Os sprints consistem em “pedaços” de funcionalidades de uma aplicação, que devem ser entregues regularmente ao cliente para que ele possa dar os feedbacks.

Kanban

O Kanban é considerado um método ágil bastante simples de usar e efetivo naquilo que se propõe a fazer. Basicamente, ele é composto pelas etapas “a fazer”, “em andamento” e “concluído”.

Esse modo de visualizar as tarefas auxilia os colaboradores a serem ágeis e produtivos, de forma a entregar um produto ou uma funcionalidade com alto valor agregado. Vale ressaltar que o Kanban pode ser feito por meio de um quadrado físico ou virtual, usando um software de gestão de projetos.

Lean

Traduzindo para o português, o termo “lean” significa enxuto. Trata-se de uma metodologia ágil com foco em reduzir ao máximo desperdícios e processos desnecessários, de modo a aumentar a produtividade e a qualidade do produto final.

Bastante usado em indústrias automobilísticas, o Lean se utiliza do Canvas, uma ferramenta que trabalha com validação de hipóteses, possibilitando que a solução tenha o máximo de alinhamento com as necessidades do mercado.

Smart

O método ágil Smart é ideal para a empresa traçar objetivos e metas. As letras que compõem o termo têm os seguintes significados:

  • S (Specific) significa especificidade e clareza da meta;
  • M (Measurable) indica que a meta deve ser mensurável e quantificável;
  • A (Attainable) significa que a meta deve ser alcançável, mas, ao mesmo tempo desafiadora;
  • R (Relevant) indica que a meta deve gerar algum impacto ao negócio após ser alcançada;
  • T (Time-related) significa que é preciso estabelecer um tempo fixo para o cumprimento de uma meta ou um objetivo.

Quais são as principais vantagens dos métodos ágeis?

Como foi possível observar, os métodos ágeis podem gerar impactos relevantes e duradouros para o negócio. Quando os colaboradores se mostram abertos para absorver a cultura ágil, os resultados tendem a ser excelentes no médio e no longo prazo.

Entre os principais benefícios de adotar metodologias ágeis na empresa, podemos citar:

  • velocidade nas entregas — o cliente passa a dar um aval em cada etapa do projeto, contribuindo para haver mais fluidez no trabalho dos colaboradores;
  • assertividade — como o cliente participa de forma ativa do projeto, a tendência é que se gere um maior valor agregado ao produto ou serviço;
  • qualidade no serviço — ocorrem testes e validações do produto;
  • independência — os colaboradores passam a trabalhar com autogestão, resolvendo problemas por conta própria, o que aumenta a experiência do time;
  • personalização — uma consequência da intensificação da colaboração do cliente com o projeto;
  • colaboração — no ambiente de trabalho, os profissionais têm diferentes conhecimentos que podem ser compartilhados com todo o time.

Como implementar métodos ágeis na empresa?

O primeiro passo para a implementação na empresa é conhecer as deficiências do negócio. Na prática, devem ser identificados os processos internos que são falhos, ineficientes ou desnecessários. Depois disso, deve-se adotar alguma metodologia ágil que resolva o problema encontrado, de modo que os resultados da aplicação possam ser medidos.

Vale ressaltar que a adoção de métodos ágeis é algo que não ocorre do dia para a noite. Em outras palavras, é preciso mostrar diversas vezes os resultados aos gestores, de modo que eles fiquem convencidos sobre a efetividade da metodologia ágil, incentivando outros colaboradores a fazerem o mesmo. Trata-se, portanto, de um processo que envolve uma mudança de cultura organizacional na companhia.

Os métodos ágeis promovem velocidade, adaptabilidade e qualidade do produto entregue ao cliente. Além disso, trata-se de um componente indispensável para promover a transformação digital do negócio, aumentando sua competitividade e agregando valor às soluções e aos serviços vendidos ao cliente.

Gostou de saber mais sobre o tema? Para conferir outros conteúdos e aumentar os seus conhecimentos sobre os métodos ágeis, assine nossa newsletter!

Share This
×