Dê significado ao Mapa de Calor de Processo

Com a alta competitividade do mercado, as marcas cada vez mais investem em soluções para coletar e analisar informações sobre seu público. O foco é aumentar seu arsenal estratégico para garantir um melhor posicionamento no nicho de atuação. Uma das ferramentas da vez é o Mapa de Calor de Processo. Continue a leitura e descubra do que se trata.

Afinal, o que é um Mapa de Calor de Processo?

O Mapa de Calor, também conhecido pelo seu nome em inglês, Heatmap, é uma ferramenta utilizada por diversas áreas. É muito utilizado pela geografia, por exemplo, como um gráfico para mostrar a densidade populacional. Já no marketing digital, ele é um grande aliado para compreender o comportamento de um usuário em uma página de conversão.

Com o recurso das cores, é possível observar o caminho percorrido pelo usuário na página, rastreando o caminho do mouse do cliente em potencial. Assim, é possível observar exatamente qual o percurso que os usuários fazem até concretizar uma compra, por exemplo. O objetivo é analisar o trajeto e facilitar ainda mais esse caminho, para que a usabilidade da página não comprometa negativamente a decisão de compra.

Como funciona na prática?

Vamos supor que a sua empresa tenha um site de vendas. As páginas carregam com velocidade, o design é bonito e responsivo. Contudo, os resultados estão bem abaixo do esperado. Neste caso, é possível contar com softwares de Heatmap que mostram os caminhos percorridos pelos usuários no seu site.

A partir disso, você irá observar exatamente qual caminho o mouse do usuário faz. Os softwares de Mapa de Calor geralmente mostram uma média, tendo como base os caminhos mais populares entre os usuários. As cores quentes mostram os locais mais acessados, enquanto as cores frias mostram locais poucos circulados ou que foram deixados de lado.

De forma simples, você terá acesso ao que mais chamou a atenção do usuário no seu site. E o oposto, ou seja, quais aspectos do seu site não chamam a atenção do usuário ou mesmo dificultam a navegação. Esses dados são preciosos para definir onde posicionar um botão para concretizar uma venda, solicitar um orçamento ou mesmo sobre quais detalhes podem ser removidos do site.

Por que usar Heatmaps?

A importância do Mapa de Calor de Processos é bem simples: ele fornece dados que valem ouro para qualquer negócio online. Por ele é possível compreender exatamente a ação do usuário dentro do site da marca. Embora existam regras de usabilidade e otimização gerais, o fato é que cada público é único. Entender isso nos mostra que é preciso se adequar às necessidades dos seus clientes em potencial para se posicionar no mercado.

Assim, vale dizer que um site pode se adaptar constantemente de acordo com as informações coletadas. Entenda em quais aspectos esses dados podem te ajudar na construção e manutenção da página:

  • Definir em qual local colocar botões;
  • Entender o melhor posicionamento para cada item;
  • Observar quais palavras mais chamam atenção do usuário;
  • Saber qual o melhor local para inserir um anúncio;
  • Observar onde colocar os produtos semelhantes para ter resultado;
  • Observar se a navegação no site é intuitiva ou se há ruídos.

Enfim, há diversos aspectos em que um Mapa de Calor de Processos pode ajudar. Depois de utilizar essa ferramenta, a sua marca nunca mais vai inserir informações aleatoriamente em uma landing page. O Heatmap atribui significado para cada item do site, há apenas o essencial e a distribuição tem um propósito.

Gostou desse conteúdo? Sua empresa também vai gostar de conhecer nossas soluções. Fale conosco para desenhar o melhor projeto Qualitor para o seu negócio.

Share This
×