automação inteligente

Acelere seus processos com automação inteligente

Dentre as muitas tendências pertencentes à transformação digital, a automação inteligente é uma que pode contribuir muito para a melhoria de resultados dentro de uma empresa. Em meio a processos custosos e ineficientes, essa é uma solução que visa a mitigar diversos problemas operacionais, que contribuem para a companhia não alcançar os resultados que deseja.

Muitos processos em uma empresa podem ser automatizados. Cabe aos responsáveis pelo projeto de automação inteligente fazerem um levantamento acerca daquilo que é realizado manualmente e de forma ineficiente. Para que a empresa obtenha ganhos por meio da automação inteligente, é preciso, também, que os colaboradores tenham conhecimento e expertise para lidar com esse novo que é proporcionado pelas soluções da transformação digital.

Quer saber quais são os benefícios da automação inteligente e como implementar em seu negócio? Então continue a leitura do nosso artigo até o final!

O que é automação inteligente?

A automação inteligente, ou RPA (Robotic Process Automation), ocorre quando um software realiza fluxos de trabalho sem a intervenção humana. Em outras palavras, procedimentos como consultas e exportações são feitos de forma automatizada, liberando os colaboradores para outras atividades. Salientamos, ainda, que o RPA acelera a digitalização de processos corporativos e possibilita a integração de sistemas.

Quais são os benefícios da automação inteligente?

A implementação da automação inteligente implica em vários benefícios, que você pode conhecer nas subseções a seguir. Acompanhe!

Maior competitividade

Ser uma referência no mercado e destacar-se entre os concorrentes são os objetivos de todo negócio. Nesse sentido, a automação inteligente pode auxiliar, fazendo com que a companhia obtenha diferenciais e vantagens comparativos. A análise de dados dos concorrentes também pode ser feita, de modo que se conheça o que as outras empresas estão fazendo de melhor e, com base nisso, implemente melhorias e conquiste a preferência dos clientes.

Redução de erros humanos

Como foi falado, o RPA é responsável por automatizar rotinas. A consequência imediata disso é que os colaboradores não mais estarão suscetíveis a cometer erros operacionais, nem inserir informações duplicadas em alguma planilha, por exemplo. O software passa a realizar esses procedimentos de forma muito mais rápida e confiável.

Economia

Quanto mais rápidas são feitas as rotinas, maior será a economia de tempo e de recursos. Mesmo o custo de implementação alto e o tempo de capacitação dos colaboradores serem considerados longos, a empresa terá uma redução de custos, bem como chances reais de alocar os seus recursos em novas soluções para ofertar aos seus clientes, por exemplo. 

Aumento da eficiência

Muitas das vezes, um colaborador divide a sua jornada de trabalho entre atividades burocráticas, repetitivas e estratégicas. Entretanto, com a automação inteligente, ele passa a ter mais tempo para o core business do negócio, uma vez que as tarefas mais manuais são delegadas ao software RPA, elevando a sua eficiência e produtividade.

Como implementar a automação inteligente no negócio?

Agora que você entendeu o que é e quais são os benefícios da automação inteligente, acompanhe as subseções a seguir para entender como implementar o RPA na sua empresa!

Mapear e organizar processos

O primeiro passo consiste em fazer um levantamento acerca de quais processos podem ser automatizados na empresa, bem como o nível dessa automação. Dessa forma, os gestores conseguem, posteriormente, fazer uma escolha mais acertada quanto ao software de RPA.

Um dos critérios que podem ser adotados nessa escolha é com relação a quais processos são conduzidos com menos eficiência ou que possuem mais gargalos e desperdícios. Outra forma possível consiste em um levantamento acerca dos documentos que são utilizados na companhia, como contratos de trabalho e notas fiscais.

Identificar gargalos

Como foi falado há pouco, a identificação de gargalos ajuda a empresa a otimizar os seus processos. Se a comunicação é ruim ou se os prazos de execução das tarefas não estão sendo cumpridos, por exemplo, pode ser um bom indicativo de que se deve usar a automação inteligente.

Contar com o gateway complexo

Um gateway é utilizado em fluxos de trabalho, na hora de determinar as rotas a serem traçadas pelos colaboradores. Dentre as combinações possíveis, deve-se buscar aquelas que melhor refletem as demandas operacionais. Com a automação inteligente, esses fluxos serão mais bem gerenciados, de modo a contribuir na otimização de processos.

Adquirir soluções de automação e chatbots

Feito o mapeamento dos processos que serão automatizados, a equipe envolvida terá condições de fazer a modelagem do software. Isso significa que a solução a ser adquirida deve ser a mais personalizada possível, de modo a atender a todas as necessidades do negócio. Posteriormente, o uso de chatbots pode ser bastante útil, no sentido de aprimorar a comunicação interna e externa na companhia.

Monitorar constantemente

O RPA permite que todas as informações sejam minuciosamente monitoradas. Essa prática não deve ser negligenciada, uma vez que ela indica se a automação das rotinas está ou não surtindo os resultados esperados no tocante à otimização de processos.

Por meio da definição e do acompanhamento das métricas, também é possível observar se os colaboradores, de fato, se adaptaram à automação inteligente, no sentido de manusear o software e na forma de configurar os gateways complexos, por exemplo.

Preparar a equipe para as mudanças

O RPA por si só não provê as melhorias necessárias que o negócio precisa. Deve-se observar a curva de aprendizado dos colaboradores com relação à ferramenta. Em outras palavras, é preciso implementar a automação inteligente de modo que os profissionais não fiquem perdidos quanto ao seu uso. Muitas das vezes, pode-se fazer uma mudança gradual, de modo a reduzir essa curva de aprendizado. 

A automação inteligente é uma das tendências da transformação digital. Com ela, a empresa pode identificar gargalos e desperdícios. Dessa forma, ela se beneficia de várias maneiras, como com o aumento da competitividade e a economia de recursos. Como foi visto, para implementar a automação inteligente, é preciso seguir algumas etapas, incluindo uma implementação gradual, respeitando a curva de aprendizado dos colaboradores.

O que achou de conhecer sobre a automação inteligente? Continue no nosso blog e aproveite para compartilhar este conteúdo nas redes sociais e, assim, ajudar a disseminar esse conhecimento!

 

Share This
×