Conhecimento

O que são os centros de serviços compartilhados e quais suas vantagens?

o-que-sao-os-centros-de-servicos-compartilhados-e-quais-suas-vantagens.jpeg
Escrito por Qualitor

Uma das soluções mais utilizadas pelas empresas interessadas em manter sua competitividade — mesmo durante os períodos de crise — são os centros de serviços compartilhados, que vêm ganhando grande destaque nos últimos anos. Mas o que é centro de serviços compartilhados?

Também conhecidos como Shared Service Center, os centros de serviços compartilhados (CSC’s) são estruturas de centralização processual que funcionam como uma unidade de operações semiautônoma dentro da organização, concentrando atividades de diversos setores da empresa, como RH, administrativo, logística, TI, atendimento ao cliente etc.

Como esse conceito é aplicado na gestão de negócios e quais vantagens ele traz? Continue a leitura e descubra tudo sobre esse modelo!

A origem dos centros de serviços compartilhados

Criado na década de 1970 nos Estados Unidos, o conceito de CSC chegou ao Brasil nos anos 90, funcionando como uma ferramenta integrada à empresa, que possibilitava criar estratégias para gestão e melhoria de processos.

O objetivo dos CSC’s é fazer com que áreas diferentes dentro de uma empresa comecem a executar o trabalho de forma alinhada e centralizada — algo que pode trazer vários benefícios para a companhia, como o intercâmbio entre os diversos setores.

A equipe dos CSC’s é composta por um time de especialistas em metodologias que visa:

  • o alto desempenho;
  • a otimização constante;
  • a contribuição para o aumento da produtividade;
  • a economia de recursos;
  • a redução de riscos.

Vale destacar que não existe apenas um modelo de CSC, visto que as empresas têm focos diferentes, ou seja, o conceito se adapta aos mais variados tipos de negócios.

Mas essa estrutura tem características comuns, que podem ser adotadas em qualquer área, como padronização dos processos e serviços e centralização dos trabalhos administrativos, entre outras.

As vantagens dos centros de serviços compartilhados

Quando bem aplicado, o conceito produz ótimos benefícios para as empresas, principalmente aquelas que possuem unidades em diferentes cidades, estados ou países e/ou que contam com uma ampla diversidade de negócios.

Confira algumas das vantagens dos centros de serviços compartilhados:

1. Reduz os custos

Seja pequena, média ou grande, toda empresa quer reduzir custos. Como a implantação do CSC ajuda nesse quesito?

O benefício é alcançado com o uso de técnicas que permitem a otimização de atividades e procedimentos e com a centralização de processos, evitando a redundância de profissionais, entre outros fatores.

É claro que há um custo para adotar esse instrumento de gestão, que vem fazendo sucesso em empresas de todo o mundo; mas, em médio e longo prazos, o empresário conseguirá uma importante economia, que fará valer a pena o investimento inicial.

2. Aumenta a produtividade

Com a padronização das atividades, é possível:

  • obter resultados previsíveis e replicáveis;
  • reduzir falhas;
  • aumentar a velocidade operacional;
  • garantir grande aumento de produtividade;
  • trazer ótimos resultados para a companhia.

Além disso, o processo de implantação do CSC inicia-se com um amplo diagnóstico das funções de apoio, revelando importantes informações sobre o fluxo de processos, estrutura organizacional e sistemas de informação.

Usando esses indicadores, será possível traçar um perfil completo da empresa, para que o empresário identifique quais setores estão com problemas.

3. Melhora a qualidade dos serviços prestados

A maioria dos CSC’s faz pesquisas de satisfação com seus clientes internos. Com os resultados em mãos, é possível saber em quais pontos o conceito pode e precisa melhorar dentro da organização, para aprimorar as suas operações.

Ou seja, os gestores vão contar com uma ferramenta essencial para mapear e controlar todas as atividades, podendo otimizar a qualidade dos serviços prestados, algo que também vai contribuir para o crescimento da empresa e melhorar os índices de satisfação de clientes.

4. Facilita a comunicação entre os setores

Os ruídos na comunicação são péssimos para qualquer empresa, uma vez que os colaboradores dependem das informações e dos serviços de todos os departamentos, para que a organização funcione em perfeita sintonia.

A implementação de um centro de serviços compartilhados faz com que esses ruídos sejam eliminados, aumentando a sinergia entre os diversos departamentos e facilitando a troca de informações — o que automaticamente leva a uma maior agilidade e eficiência.

5. Oferece suporte para o crescimento do negócio

Fazendo a centralização das atividades transacionais, o modelo de CSC libera a área corporativa e os setores que cuidam das unidades de negócios, permitindo que esses profissionais foquem no core business (negócio principal da empresa).

E o detalhe é que, em alguns modelos mais maduros, também há maior sinergia com o setor corporativo, auxiliando no aumento da competitividade.

Para as empresas que estão pensando em fusões e aquisições de outros grupos, o CSC também é ideal, oferecendo maior flexibilidade e benefícios para o crescimento organizacional.

As maiores empresas do mundo já usam os CSC’s

De acordo com dados da revista Fortune, 90% das 100 maiores empresas do mundo utilizam centros de serviços compartilhados atualmente — números que mostram o grande potencial dessa ferramenta.

O modelo teve um grande aumento de procura no início da crise financeira mundial de 2008, crescendo também no mercado nacional a partir desse período. Hoje, há mais de 200 CSC’s funcionando no país — a maior parte localizada na região Sudeste, especialmente em companhias instaladas no estado de São Paulo.

Os governos também investem no modelo

O modelo de serviços compartilhados também tem sido adotado por governos de diversos países, como forma de tornar a administração pública mais ágil, econômica e padronizada.

Os governos do Reino Unido, Estados Unidos e membros da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) estão entre os que já utilizam CSC’s.

O centro de serviços compartilhados é uma ótima ferramenta para empresas que buscam a melhoria contínua, automação de processos e maior competitividade, oferecendo diversas vantagens para as companhias que querem — e precisam — superar desafios propostos pelo mercado.

Gostou do post sobre CSC? Quais os benefícios que você acredita que esse conceito pode trazer à sua empresa? Agora que você já sabe o que é centro de serviços compartilhados e conheceu algumas das suas vantagens, deixe um comentário contando a sua opinião a respeito desse modelo de gestão inovador!

Sobre o autor

Qualitor

Deixar comentário.

Share This