Conhecimento

Entenda as diferenças entre Itil e Cobit e suas principais aplicações

entenda-as-diferencas-entre-itil-e-cobit-e-suas-principais-aplicacoes.jpeg
Escrito por Qualitor

ITIL e COBIT são frameworks utilizados por profissionais da tecnologia da informação para o gerenciamento de serviços de TI. Juntos eles fornecem orientação o bastante para governança e gerenciamento de serviços, sejam eles prestados internamente ou obtidos de terceiros. Isolados, cada um tem suas particularidades e vantagens. Descubra-as no artigo a seguir.

O que é ITIL?

ITIL (Information Technology Infrastructure Library, ou Biblioteca de Infraestrutura de Tecnologia da Informação) é o framework que cobre, especificamente, o gerenciamento de serviços de TI.

ITIL inclui em seu escopo processos e procedimentos de gerenciamento operacional padrão para serviços de TI, cobrindo todo o seu ciclo de vida. Esta estrutura tem como objetivo final melhorar a forma como a sua TI oferece suporte aos serviços empresariais. Uma empresa que implemente ITIL precisa seguir essas cinco etapas:

  1. definir a perspectiva, posição, planos e padrões que um provedor de serviços necessita para entregar serviços que atendam os resultados do negócio;

  2. fazer o desenho de serviços de modo que ele ofereça uma abordagem holística para a concepção e aprimoramento da TI, de forma tão eficaz que seja requerido o mínimo de melhoria durante o seu ciclo de vida;

  3. trabalhar em uma transição de serviços que define e mitiga riscos garantindo que atendam as expectativas do negócio;

  4. investir na operação dos serviços, coordenando e realizando as tarefas e processos necessários, em níveis acordados, qualificando as tarefas rotineiras da TI;

  5. dedicar-se a melhoria contínua dos serviços, adotando hábitos, métricas e processos que melhorem o ciclo de vida dos produtos.

Implementar as práticas ITIL é uma iniciativa de mudança de cultura, e é provável que seu time reclame de ter que fazer as coisas diferentemente. Por isso, o framework só funciona se a sua empresa tiver um patrocinador forte para empurrar a mudança. Este líder explicará os benefícios do novo framework e deixará claro para a sua equipe que mudar pode ser positivo.

O que é COBIT?

COBIT (Control Objectives for Information and Related Technologies, algo como Objetivos de Controle para Informações e Tecnologias Relacionadas), por outro lado, se baseia em cinco princípios que orientam as decisões dentro da empresa:

  1. atender as necessidades dos interessados;

  2. cobrir a empresa de ponta a ponta;

  3. aplicar um único quadro integrado;

  4. habilitar uma abordagem holística;

  5. separar governança e administração.

Mas para conseguir isso, COBIT conecta metas de negócios com metas de TI, por meio de um guia para modelos e padrões de maturidade. Ele também atribui objetivos e obrigações para as empresas e para os líderes da TI. E uma de suas maiores vantagens é que ele foi projetado para integrar uma série de outros modelos de supervisão e governança, incluindo o ITIL.

O COBIT oferece 5 recursos para construir, monitorar e melhorar a implementação de iniciativas em TI. Eles são:

  1. descrições de processo;

  2. objetivos de controle;

  3. diretrizes de gerenciamento;

  4. estruturas;

  5. modelos de maturidade.

Essas cinco peças são o que ajuda COBIT a reduzir custos, estabelecer e manter padrões de privacidade e fornecer estrutura e supervisão aos processos de TI dentro dos negócios. Elas também funcionam orientando um equilíbrio entre benefícios e riscos e, por sua estrutura genérica, torna a governança de TI simples para empresas de vários segmentos e tamanhos.

O COBIT requer uma implementação de cima para baixo, que começa com as partes interessadas, e define os objetivos de negócios sob sua perspectiva. A implementação requer a coordenação entre os chefes, os executivos e a equipe de gerenciamento, para garantir que os processos e produtos disponíveis atendam às necessidades de todos.

O que ITIL e COBIT têm em comum?

Lado a lado, ITIL e COBIT fornecem o quadro de trabalho perfeito para gerir e orientar ações eficazes na TI de uma organização e, consequentemente, apoio a áreas de negócio. Isso porque a ITIL promove boas práticas e fornece as orientações necessárias para que os provedores de serviços de TI os gerenciem.

Além disso, garantem um caminho detalhado no que diz respeito às cinco etapas do ciclo econômico. Com ITIL, estratégia, design, transição, operação e melhoria contínua são garantidos para os seus serviços.

COBIT, por sua vez, orienta a implementação de planos e programas que podem melhorar os arranjos relacionados à governança de TI de uma empresa. O framework tem seu próprio conjunto de princípios, que cobrem a empresa de ponta a ponta, aplicando uma estrutura única e integrada e separando governança e gestão.

Quando comparados, o consenso entre os especialistas é que os melhores resultados podem ser encontrados com a combinação de ambos. Assim eles conseguem suportar seus objetivos de negócios e, ao mesmo tempo, resolver problemas.

Quais são as diferenças entre ITIL e COBIT?

A distinção entre ITIL e COBIT, muitas vezes é vista da seguinte forma: ITIL fornece como, enquanto COBIT fornece o porquê. Entretanto essa é uma visão simplista que parece nos forçar a escolher um dos dois frameworks, o que não é o caso.

O que realmente diferencia ambos frameworks é sua aplicação. Para empresas e profissionais de TI que precisam atender às necessidades do negócio na área de serviços em TI, tanto COBIT quanto ITIL podem servir bem. Adaptar e aproveitar os pontos fortes de ambos os frameworks, de acordo com seu uso, ajudará na resolução de problemas e no suporte a conquista de metas comerciais.

Enquanto ITIL fornece muitas orientações detalhadas sobre processos, seu foco em governança e definição de metas é fraco. Por outro lado, COBIT é muito forte nesses aspectos, mas deixa a desejar no que se refere à implementação de projetos.

Certifique-se de que sua organização esteja familiarizada com várias fontes de orientação em vez de apenas um framework. Pode parecer mais simples escolher apenas um deles, mas em cenários reais é exatamente o contrário. As organizações que executam apenas um ou outro tendem a se concentrar nas sugestões de cada método e não nas necessidades da própria organização.

Esse foco mal distribuído pode resultar em gestões burocráticas, que levam a mudanças impostas em vez de adotadas pela equipe de TI. E, por causa dessa má distribuição, as mudanças geram pouco valor para a organização que os implementa.

ITIL e COBIT se diferenciam principalmente porque o primeiro pode ser visto como uma forma de gerenciar os serviços de TI ao longo de seu ciclo de vida e o segundo trata-se de uma estratégia para gerar a máxima criação de valor por meio dos investimentos de TI. Por isso dizemos que COBIT é mais amplo que ITIL em seu escopo.

Se você gostou de descobrir o que ITIL e COBIT têm de diferente e comum, siga nossos perfis nas redes sociais — Facebook e Linkedin — e tire outras de suas dúvidas sobre como conquistar a excelência em TI!

Sobre o autor

Qualitor

Deixar comentário.

Share This